Escrito por: Fernanda Turesso

Muitas pessoas que jogam video game, normalmente tem certa atração por mangás, histórias em quadrinhos e animes.

Elfen Lied, para quem não conhece, é um anime/mangá de drama, ação e gore - sem contar as partes ecchi - do gênero Seinen que muitos conhecem pelo mundo. Tendo um mangá meia boca e um anime esplêndido, Elfen Lied acabou virando um clássico dos animes. Apesar de muitos nem gostarem da história por causa do drama e gore misturados, alguns defendem com unhas e dentes que é maravilhoso. 

Elfen Lied conta sobre uma evolução da humanidade, os Diclonius. Eles se parecem muito com os humanos, porém, possuem uma glândula pineal exagerada, um par de chifres, olhos e cabelos vermelhos e conseguem sentir a presença de outros da sua espécie. Como resultado da mutação, eles tem telecinese que são mostradas como braços enormes e invisíveis, capazes de mutilar qualquer ser vivo. 

A história se passa na cidade japonesa de Kamakura, e começa com a fuga de Lucy, uma poderosa Diclonius Rainha, de uma ilha com um centro de pesquisas fortemente protegida. Logo após Lucy escapar e levar um tiro em seu capacete, ela cai no mar e é encontrada por Kouta e sua prima Yuka na praia, sem roupas, sem memória e com um comportamento infantil. Ela acaba indo morar com Kouta numa antiga pensão fechada que ele e sua prima haviam alugado para morar enquanto estavam na universidade. 

Agora é questão de tempo do pessoal que criou Lucy vir atrás dela...  


Mas não estamos aqui para falar sobre mangá e animes, estamos aqui para falar sobre jogos!

Apesar de nunca haver um jogo original lançado sobre o anime, existe um fanmade criado com base no jogo Beats of Rage do Dreamcast e PlayStation 2. Então, para quem jogou Beats of Rage já tem uma noção de como será esse jogo. 



Elfen Lied foi um mod bem trabalhado, apresentando muitos cenários detalhados, personagens originais do anime/mangá e até os inimigos são baseados na história original. 

O jogo conta a história original de Lucy escapando do laboratório e chegando até a casa de Kouta. 

Como se trata apenas de um mod, temos o mesmo o gameplay de Beats of Rage, que é um jogo de luta de rua em 2D, onde controlamos o personagem principal que deverá lutar com hordas de inimigos até atravessar todo o cenário e assim, completando seus objetivos. 

Um toque muito bonito que fizeram no jogo é colocar cenas do anime durante as transições de fases, assim, apresentando toda a história original

Elfen Lied é recheado de sangue e violência. Os inimigos são mutilados e despedaçados pelos vetores de Lucy - que no jogo estão bem visíveis para que o jogador saiba onde atacar. 

Como é um jogo fanmade, os gráficos não são lá grandes coisas, mostrando corpos bastante mal feitos, serrilhados e controles toscos - e limitados. 

O jogo também apresenta a trilha sonora original do anime e toca durante as fases. E se eu não me engano também podem ser destravadas no menu de conteúdos extras. 



Elfen Lied Lab's White Wall é um jogo baseado anime. Ele basicamente é um jogo de labirinto, onde o jogador será submetido a andar em vários corredores do laboratório abandonado onde Lucy escapou. 

O jogo não é oficial, foi feito por fãs e tem o mesmo estilo dos muitos jogos indie de terror em primeira pessoa. 

Durante a caminhada, as paredes dos corredores estão com várias mensagens de ameaças, de repreensão e ódio. Além disso, contém vozes da Lucy falando na versão americana e músicas do jogo original. 

Elfen Lied Lab's Withe Wall é bastante curto, tendo apenas três minutos de gameplay e não oferece nenhum desafio ao jogador. 


Algumas pessoas podem ficar apreensivas pois o jogo apresenta uma atmosfera bastante tensa, mas não apresenta nenhuma novidade nesse tipo de jogo.


Bom pessoal, é isso!
Espero que tenham gostado! o/


Fonte: arte do banner foi criada pelo JxbP

Gostou? Compartilhe:

  1. Muito boa a explicação. A história é excelente porém existem muita sensualidade para assistir com o meu filho se não fosse isso . mas o drama é incomparável posso dizer que foi o melhor filme anime do gênero.

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!