Escrito por: Gabriel Cavalcante

Sim! Um novo especial chega ao VGD essa semana! Você deve estar se perguntando "Cadê horror em Final Fantasy, Gabriel? Tá ficando doido?", mas é essa mesma a intenção! O "cadê horror nisso?" tem como finalidade pegar um game que não seja relacionado ao gênero, mas que tenha algum detalhe, alguma parte do enredo ou seja lá o que for que possa ser chamado de horror. No caso de FFXI, a expansão Chains of Promathia não deixa a desejar no quesito macabro, tendo sido a primeira expansão para jogadores hardcore. CoP (como é conhecida entre os jogadores do MMO) conta com uma história digna de Final Fantasy (tão grande que poderia ter seu próprio jogo), novos cenários para Vana'diel (o mundo no qual se passa o game) e novos desafios, tendo a área Dynamis como endgame.


Deus do Crepúsculo

Há muito tempo uma raça foi criada pelos deuses para povoar Vana'diel. Foram tempos pacíficos onde a exploração reinava, até que eles decidiram construir um caminho para o reino divino. Irritado com tal insolência, o guardião sagrado destruiu o caminho e jogou seus lares ao fundo dos oceanos. Entristecida com o ocorrido, a deusa Altana chorou cinco lágrimas divinas que ao tocarem o solo do mundo deram vida às cinco raças que compõem o elenco de FFXI. Achando que tinha algum direito de condenar o legado de Altana, Promathia os amaldiçoou com conflitos eternos entre si e ainda criou os beastmen para os atacarem constantemente, mantendo-os tão ocupados que jamais teriam tempo de se reunir para repetir a ousadia da raça anciã. CoP conta a história sobre a ressurreição de Promathia, revelando a verdade sobre o nascimento das cinco raças.


E cadê horror nisso?


O tom sombrio do enredo é complementado pelos cenários e alguns acontecimentos macabros (como alguns homens tentando escapar de Promyvion e sendo engolidos antes de conseguirem sair do portão) mostrados de uma forma não muito comum para Final Fantasy - provavelmente o que deu o toque final.


Promyvion


A campanha tem início na sinistra Delkfutt Tower, que corta os céus a noroeste de Qufim Island. A torre faz parte da coleção de estruturas antigas que parecem fora de lugar nas diferentes paisagens de Vana'diel. Um grupo de cientistas causa uma explosão na torre (da qual apenas um garoto quieto é sobrevivente) por conta de um experimento misterioso, tendo como uma de suas consequências o despertar de Bahamut. Os eventos levam o jogador a explorar um universo paralelo dentro dos Crags (imensos pontos de teleporte espalhados pelo continente), chamado Promyvion. Essa região que rodeia quatro dos cinco mothercrystals é feita do Vazio, uma força obscura relacionada ao próprio Promathia e à morte. Promyvion é composto por pedaços de terra corroída flutuando aleatoriamente, construções em pedaços e seu povo, os Vazios (traduzido do inglês Empty). Os desafios propostos pela expansão começam aqui, onde os inimigos estranhos se mostram pouco amigáveis.


Outros cenários que compõem a expansão:



- Lumoria, uma região celestial na qual se encontra uma cidade perdida dos Zilart, outrora parte de Qufim Island;




Limbus, uma região interdimensional composta por arquitetura Zilart e povoada por criaturas tanto de Vana'diel como de Promyvion;


Apollyon, uma das regiões de Limbus


- Dynamis, uma dimensão paralela a Vana'diel criada por Diabolos, um avatar terreno e senhor dos sonhos que visava escapar do destino do mundo. Dynamis é o endgame trazido pela expansão, mais tarde substituído pelos add-ons Abyssea. As localidades remetem a Vana'diel, mas possuem um aspecto mais sombrio e são povoadas por criaturas maléficas, entre elas o Shadow Lord (um dos principais antagonistas de FFXI), aqui conhecido como Dynamis Lord.


Shadow Lord
E o que aconteceu?


Como toda história de FF, essa aventura se estende por longos capítulos e seu cume é na ressurreição de Promathia, que obviamente foi derrotado pelos heróis. Das expansões que se seguiram, a que provavelmente teve um enredo igualmente longo foi Wings of the Goddess, com 54 missões lançadas ao longo de três anos.



CoP foi a primeira expansão a ser lançada separadamente no exterior após a localização de FFXI, também estando presente em diversos pacotes lançados ao longo dos onze anos (completando doze agora em maio) do MMO. Os servidores oficiais ainda têm suporte e o jogo ganhou sua expansão mais recente, bem como seu maior pacote até agora, ano passado. Mas, para quem não quer pagar mensalidade em um jogo não-tão-povoado, os servidores privados do Darkstar Team estão aí para suprir nossas necessidades! (Os servidores afiliados ao Darkstar Team possuem CoP, mas algumas mecânicas ou missões podem não estar funcionando corretamente)

Gostou? Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!