Escrito por: Zendriak Mastrieke


Yoo minhas almas lindas, to com saudades de vocês, e acho que vocês estão de mim hehehe! Desculpa a sumida por que no meu trampo estou com a reunião a semana toda e foi difícil achar tempo para conseguir fazer o post para vocês, porem demorei de mais mas está aqui inteirinho para vocês degustarem e comentarem ( POR FAVORRR SERIO COMENTEM! isso ajuda de mais nós da VGD a criarem posts, e mais posts para vocês, pois nos vemos que as pessoas gostam, comente, ou odeiam para assim agente fazer um post melhor para vocês hehe ) pois está aqui para vocês o post de hoje.

Sombras...

 Sabe tem pessoas que tem medo do escuro, já eu tenho medo da própria luz... Minha casa é toda fechada, janelas com madeiras, portas sem janelas, por dentro você só consegue enxergar se tiver alguma vela, apenas vela não quero nada que traga alguma luz mais forte...
 Há e também eu não saio de casa de dia, apenas a noite. Pessoas me chamam de zumbi, vampiro ou outras criaturas hehe mas eu nem ligo pois ninguém sabe realmente o por que eu só saio à noite e não quero luz em minha vida... pois se eu contar vão achar que sou louco...
Vou contar para vocês... mesmo que não acreditem, pelo menos eu me alivio um pouco este segredo.

 Isso faz uns tempos atrás quando eu tinha meus 11 para 12 anos, hoje estou com 22 moro sozinho, e solteiro (garotas vem nem mim hehe). Quando eu estava na quinta série eu conheci uma garota, ela era meio quieta, não falava nada, ficava na dela; eu curioso ficava vendo ela, as coisas que ela fazia e tudo mais. Ela se chamava Ashley tinha um visual meio gótico, roqueiro (coisa que eu amava e amo ainda) cabelo negros, roupas pretas e vermelhas e usava tipo de uma minissaia prensada e tinha um colar prata no peito com um coração de vidro que dentro tinha um liquido vermelho, só que como tudo tem um porem os olhos dela era diferente naquela época eu achava que era lente de contato e eu achei lindo! O olho dela era meio branco com uma bola negra no centro e depois branco mais no centro, como aquilo era diferente eu amei e curti de mais (procurei na net para comprar mas não achei nada (Só achei lente de contato de Byakugan do anime Naruto...). Voltando a história claro, eu via ela todo dia sozinha, quieta e não falava com ninguém... vendo aquilo decidi ir falar com ela! Cheguei um pouco perto e falei “Oi!” ela meio se assustou e afastou um pouco, quando viu que era eu respondeu “O..o..oi!” perguntei para ela se estava tudo bem, ela falou que sim, comecei a puxar conversa com ela de músicas coisas que eu gosto de tudo mais, e o incrível que ela curtia também! No fim já tinha dado o horário para ir embora e ela levantou rapidamente e saio correndo na frente de todos só olhou para trás e olhou para mim e disse até! Eu acenei com a mão e fiquei pensando por que ela foi correndo... más deixei de lado, peguei minhas coisas e foi para casa! Cheguei em casa falei oi para minha mãe que estava cozinhando, falei oi para o meu pai e meu irmão mais velho e subi para o meu quarto relaxar um pouco! Cheguei lá joguei a minha mochila na cama peguei a minha roupa de dormir e fui tomar banho! Tirei minha roupa, entrei no chuveiro e fiquei enrolando embaixo do chuveiro cantando “White Eyes” do Gackt. Terminei o banho, me enxuguei e fui para o meu quarto colocar o pijama para ir dormir, mas como de costume eu deixo a luz do corredor acesa para não ficar tanto no escuro hehe, e assim fui dormir.
 Deitei na cama e me cobrir e fechei os olhos, um tempo depois comecei a ter uns sonhos estranhos do tipo de lugares cheio de luzes com umas sombras pretas com 2 bolinhas brancas no lugar dos olhos e pareciam ter garras elas começaram vir em minha só que eu acordei meio assustado e suando frio, o por que eu não sei, levantei da minha cama e desci para a cozinha tomar um copo de leite com nescau e subi de volta e passei pelo corredor que eu sempre deixo a luz ligada quando estava para entrar no meu quarto senti como se algo tivesse passado em minha nuca, eu me arrepiei e senti um calafrio e comecei a olha em volta mas não achei nada, então fui para a minha cama deitar e dormir.
 No dia seguinte eu acordei, tomei banho e fui para escola; chegando na classe eu vi a Ashley sentada em sua mesa e olhando para a janela e eu fui cumprimentar ela, sentei do seu lado e agente ficou conversando só que tinha alguma coisa de diferente nela hoje, parecia que ela estava mais carinhosa e emotiva (sentou até mais perto de mim) e assim foi o dia todo juntos eu fiquei muito feliz, para quem era sozinho na escola meio que excluído... Bateu o sinal para ir embora e do mesmo jeito que ontem ela saio correndo na frente, me deu tchau e foi embora e então eu fiz o mesmo, peguei minhas coisas e fui para casa só que pensando em uma coisa... acho que eu estava gostando dela não sei como! Conheci ela agora de pouco e já estava gostando dela... bem vamos esquecer isso e voltar a vida real...
 Cheguei em casa e fiz as mesmas coisa de sempre só que como hoje era sexta eu fui para o computador ficar mexendo nele até de madrugada, só um detalhe o quarto estava escuro e só tinha a luz do monitor! Eu estava jogando Skyrim e senti um arrepio novamente na nuca só que eu SENTI algo tocando a minha nuca, me virei rápido e ofegante de medo liguei a luz do meu quarto (que cagada que eu fiz...) e comecei a procurar o que tinha me encostado, eu não vi nada , não achei nada a única coisa que me assustou é que eu vi um vulto passando pela janela e indo para fora, não dei para ver direito o que era pois eu só tinha visto a sombra, a única coisa que eu sabia era que tinha saído do meu quarto, fui correndo para a janela e fechei ela e sentei na cama e fiquei pensando o que poderia ter sido aquilo que tinha entrado no meu quarto até que fiquei exausto e fui dormir. Apaguei tudo desliguei tudo só deixei a luz do corredor ligada e fui dormir. Acordei no dia seguinte e fui na padaria para a minha mãe, lá eu achei a Ashley, ela estava com uma roupa diferente só que pretas também, cheguei perto dela e falei oi ela se assustou e virou para ver quem era e deu uma risada e abraçou meu braço. Assim conversamos um pouco e eu peguei o pão e fui pagar, assim saímos da padaria ai eu decidi contar para ela o que tinha acontecido na noite passada, ela ficou meio paralisada, branca e assustada mas ela falou para mim assustada que era para eu ficar longe de qualquer fonte de luz, qualquer coisa que iluminasse a noite e fez eu prometer que eu não ficaria no computador a noite por causa da luz do monitor, eu achei muito estranho mas fazer o que...
 Voltei para casa sozinho por que ela tinha ido para a dela, e fiquei o dia inteiro jogando no PC até que anoiteceu, e eu fiquei pensando comigo mesmo as coisas que ela falou mas nem dei bola direito... continuei no PC (maior cagada da minha vida...) fiquei até as 4h da madrugada no PC ai eu desliguei ele e desci para tomar outro copo de nescau e subi, passei pelo corredor que deixo a luz ligada e fui para a cama, depois de um tempo eu escutei um barulho que parecia um chiado no corredor eu levantei meio com receio e fui lá ver, entrei no corredor e quando fui descer a escada eu vi um vulto nela, eu esfreguei os olhos para enxergar melhor e quando eu bati o olho eu achei estranho era a Ashley! Eu gritei para ela, o que ela estava fazendo essas horas da noite me casa e ela olhou para mim com os seus olhos brancos e brilhantes só que estava bem mais brilhantes e ela me falou um coisa “Eu avisei para você não ficar na luz!” ela se levantou e virou em minha direção só que não era mais ela, era um vulto preto com alguma coisa que pareciam garras nas mãos delas e apenas os dois olhos brancos dela brilhando para mim e veio correndo em minha direção eu sai correndo eu sai correndo de medo e entrei no meu quarto escuro, só que quando chegou na minha porta ela não passou mais dela e ficou olhando para mim fixamente, eu levantei e comecei a me afastar em direção a janela e fiquei olhando para aquela criatura estranha negra com garras e os grandes olhos brancos e brilhantes, só que em um momento em que eu estava na frente da janela a luz da lua bateu em mim e fez um sombra minha perto da Ashley, ela olhou na minha sombra e olhou para mim e falou “Eu te amo, desculpe fazer isso mas quero você para mim, e ficarei com você para sempre...” Ela encostou na minha sombra e começou a “entrar” nela até finalmente desaparecer. Eu fiquei extremamente assustado sem saber o que fazer, fui para a porta do meu quarto e a luz do corredor bateu em mim e fez uma sombra minha e quando olhei para ela, apenas vi os olhos brancos brilhantes da Ashley olhando para mim e escutei um sussurro em minha cabeça “Você meu e sua alma também, te amo e espero que você me ame também, por toda eternidade” eu não sabia mais o que era aquilo, ou o que eu iria fazer, estava assustado de mais eu fui sair do meu quarto para descer para a sala só que da minha sombra do nada a Ashley apareceu na minha frente com a sua forma monstruosa e negra e olhou para mim e tentou me atacar com suas garras eu cai para traz e fui rastejando para o meu quarto e quando entrei nele que estava todo escuro e minha sombra despareceu a Ashley também sumiu. Eu apenas sentei na minha cama e pensei comigo mesmo “É acho que de hoje em diante eu jamais verei a luz novamente...” E assim fui tentando viver a minha vida, escondendo esse segredo de minha mãe e pai, foi difícil, ainda mais eu tentando me salvar da própria Ashley quando alguma luz passava em mim.
 Só que depois de um tempo eu fui mudando, e fui percebendo algo, pelo menos eu sempre terei alguém que me ame e sempre estará comigo. Mas eu acho que você deveria experimentar também... Deixa eu ser seu e você meu? Apenas vá dormir com a luz acesa hehe que eu estarei lá...

 Espero que tenham gostado, foi tenso fazer kk. E almas lindas minhas, não sejam tímidas e tímidos peçam alguma coisa, historias, jogos, demônios para a minha próxima parte da Demonologia, ajudem nos que você receberam post e conteúdos ótimos. Então é isso pessoas que me amam hehe até a próxima!
  

Gostou? Compartilhe:

  1. Vc pode fazer o teste, mas esteja preparado.

    http://naocorra.blogspot.com.br/2014/04/investigacao-sobrenatural-entre-apenas.html

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!