Escrito por: Lucas Simon

  Olá pessoas! Eu aqui de novo, e dessa vez pra falar de um assunto que eu gosto muito. Silent Hill. O post fala sobre A Ordem, o vilão de toda a história e foi feito para aqueles que assim como eu, gostam de conhecer a história de um jogo por completo... (Obviamente eu traduzi alguns termos, e sabendo que não é todo mundo que gosta disso, desculpa qualquer coisa).

  A Ordem é um culto religioso que atua principalmente em Silent Hill e Shepherd's Glen, sendo o principal motivo da maldição que caiu sobre essas duas cidades. A religião acredita que a dor, o sofrimento e o auto-sacrifício são os caminhos para a salvação.

  A Ordem surgiu no século XVII, resultado da mistura de religiões indigenas e do cristianismo, e tomou força após a morte de Jennifer Carroll, uma das fundadoras do culto, que foi queimada viva acusada de bruxaria (após esse evento ela passou a ser considerada santa pelo culto e tempos depois ganhou uma estátua no Rosewater Park (sim, aquele do Silent Hill 2)... bela recompensa por ser queimada viva...). No século XX a Ordem foi "revelada" oficialmente, porém foi rejeitada pela cidade. Desde então, os membros dela decidiram realizar seus cultos e planos em segredo, crescendo e se infiltrando lentamente em instituições da cidade. Finalmente ela adquiriu grande poder, se espalhando também por cidades vizinhas de Sillent Hill.

  O objetivo da Ordem é levar os seus seguidores ao paraíso, mas para atingir tal objetivo, toda a humanidade deve ser destruída. Para eles, um deus verdadeiro só pode conhecer a salvação se ele for nascido da dor e da agonia. A Ordem não acredita no bem ou no mal, apenas no caos e na ordem, e seus meios são brutais, muitas vezes envolvendo assassinatos, tortura e sequestros para manter a ordem intacta e atingir os seus objetivos. A vida humana é insignificante para eles, sendo que eles não se importaram em cometer sacrifícios para agradar a sua deusa.

  O Otherworld (a dimensão paralela de Silent Hill) é uma espécie de "céu" para os membros da Ordem. Lá vivem as criaturas que eles veneram como deuses e santos, como Valtiel, um anjo considerado servo da deusa da Ordem. Valtiel tanbém é considerado um executor e foi a inspiração para a criação do traje do executor da prisão de Sillent Hill, Pyramid Head.




  No terceiro jogo da série, é contado como foi o nascimento de Deus:
Origem: No começo as pessoas tinham nada. Seus corpos doíam e seus corações tinham nada além de ódio. Elas lutavam sem cessar, mas a morte nunca as vinha. Elas desesperaram-se, presas num eterno pandemônio.
Nascimento: Um homem ofereceu uma serpente ao Sol e orou por salvação, uma mulher ofereceu um junco ao Sol e suplicou por gozo. Sentindo piedade pela tristeza que invadiu a terra, Deus nasceu dessas duas pessoas".
Salvação: Deus criou o tempo e o dividiu em dia e noite. Deus esboçou a estrada para a salvação e deu alegria às pessoas e Deus passou tempo infinito longe das pessoas.
Criação: Deus criou entes para guiar as pessoas. O deus vermelho - Xuchilbara; o deus amarelo - Lobsel Vith; muitos deuses e anjos. Finalmente, Deus partiu para criar o Paraíso, onde pessoas estariam felizes apenas por estarem lá.
Promessa: Mas então a força de Deus esgotou e Ela entrou em colapso. Todas pessoas do mundo choraram por esse infeliz acontecimento. Todavia Deus deu seu último suspiro, Ela retornou ao pó, prometendo voltar.
Fé: Então Deus não foi perdida. Devemos oferecer nossas preces e não esquecer nossa fé. Nós esperamos esperançosos pelo dia, quando o caminho para o Paraíso abrirá.

  A Ordem acabou por ser divida em várias seitas, cada uma com visões do paraíso e um jeito de agir diferentes, mas tendo sempre o mesmo objetivo. As mais notáveis são:
 A Seita da Mulher Sagrada: A seita acredita que Deus retornará para a Terra um dia, porém uma sacerdotiza chamada Dahlia resolveu "adiantar" esse processo, fazendo um ritual que usaria a sua filha (Alessa) como sacrifício, resultando nos eventos do Silent Hill 1 e Origins.
 A Seita de Shepherd's Glen: Foi formada após a separação de alguns membros da Ordem, que decidiram viver uma nova vida fundando a cidade de Shepherd's Glen. Apesar de separados do grupo principal, os membros dessa seita ainda cultivavam várias crenças da Ordem, então, seus fundadores decidiram selar um pacto com a sua deusa. Eles sacrificariam uma criança de suas famílias a cada 50 anos, e assim, Shepherd's Glen seria poupada do Otherworld. Os eventos de Silent Hill: Homecoming aconteceram após Adam Shepherd não ter conseguido cumprir a sua parte do pacto.


  Os membros da Ordem devem ser totalmente devotos a causa. A Ordem é comandada pelo alto conselho, e todas as decisões propostas por membros devem ser aprovadas por ele. O conselho também age como um auxílio na formação de grupos dentro da Ordem, e como um juri em caso de disputas dentro desses. Um membro pode deixar a Ordem levando o seu pedido até o alto conselho.



Curiosidades

- A ligação da Ordem com Silent Hill 4 é o orfanato Wish House, onde Walter Sullivan foi criado. Ele era comandado pela Seita da Mãe Sagrada, e é de lá também o ritual para a ressurreição dos mortos, usado para se conseguir um dos finais em Silent Hill 2.


- A Silent Hill que é coberta por névoa é considerada um mundo paralelo que liga o mundo real e o Otherworld. Isso pode ser a explicação do porque de você não encontrar muita gente por ali.

- O deus da Ordem é uma mulher.

- A visão de Valtiel e do Otherworld pode ser diferente de pessoa para pessoa. (essa parte é meio que uma coisa que eu conclui, mas isso pode ser a explicação da diferença de estilo dele no Silent Hill 2 daquela visão do mundo pegando fogo que pode ser vista durante a última conversa com Angela. A semelhança entre o Otherworld do primeiro e terceiro jogo seria por quê, nesse caso, ele é criado através da dor de Alessa, e não para punir Harry ou Heater).

-O símbolo da ordem aparece nos banners do Vídeo Resposta aqui no blog ^^ .



Gostou? Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!