Escrito por: Fernanda Turesso


Olá amores!
Depois de um tempo eu apareci aqui, mas já estou voltando ao normal com as coisas aqui no blog! 
Bom, hoje farei uma postagem sobre a história de cada fantasma do primeiro Fatal Frame. Todos sabem que cada fantasma carrega alguma história bastante sofrida e cheia de rancores, e que também é bom de compartilhar com todos!

Espero que gostem! o/ 

_________________________


Blinded Maiden

A Mulher Cega era um membro da família Himuro. Ao atingir a idade de 7 anos, 9 meses e 25 dias, ela fora obrigada a participar do Tag Demon Ritual, como o resto das meninas da família que tivessem sua idade. A cada 10 anos, a família inteira era obrigada a se reunir na Mansão Himuro para executar um conjunto de rituais para selar o Portão do Inferno, e para bem se prepararem para o um jogo de Tag Demon. 


Como muitos fantasmas, seu espírito foi corrompido pela Malícia, assim a tornando mais agressiva. Seu espírito vagou ao redor da mansão desde a Calamidade em busca das outras meninas para os próximos rituais, sempre gritando "meus olhos..." ou "está escuro... é tão escuro".


A primeira criança a ser capturada durante o ritual (que funcionava como um jogo de pega-pega) seria o próximo Demônio Cego e que jogaria no próximo Demon Tag. A Mulher Cega foi escolhida para ser o Demônio Cego no mesmo ritual em que Kirie estava participando para se tornar a próxima criança a participar do Ritual da Corda.
Não se sabe ao certo se, como Kirie, a Cega ficou na mansão em reclusão ou foi autorizada a viver uma vida normal antes do Ritual do Cegamento. Mas, quando o dia chegou, ela fora conduzida através de passagens secretas até a Sala do Cegamento, onde ela seria pressionada a andar entre os quatro sacerdotes da família Himuro. O Senhor Himuro então se aproximou com a Máscara do Cegamento e colocou no rosto da mulher. A máscara continha estacas gigantes no lugar dos olhos, assim cegando permanentemente a vítima.
O que aconteceu com a Mulher Cega depois do ritual não é conhecido, inclusive se ela foi capaz de realizar os rituais. Presume-se que ela tenha falhado durante a Calamidade, juntamente com as outras pessoas mortas.

Como os outros fantasmas, ela conseguiu finalmente descansar em paz quando Miku Hinasaki quebrou a maldição da mansão. Presume-se que sua ultima aparição foi quando Miku viu os espíritos ascendentes indo para o céu.

Algumas Trivias


- Depois de seu espírito ser capturado no Demon Mouth, suas últimas palavras foram "A Máscara cegadora".

- Sua verdadeira aparição é somente na segunda noite, mas a Mulher Cega já tinha feito sua primeira aparição na primeira noite como um fantasma devaneador. Ela é encontrada no Rubble Room logo após Miku conseguir o Black Carving, em frente às portas duplas.

- Ela também aparece como um dos possíveis fantasmas que aparecem no modo Haunted House do remake Fatal Frame 2: Deep Crimson Butterfly.

Bound Man 


Não há muito que saber sobre esse fantasma, o que se sabe é que ele não era um membro da família Himuro, e ele não estava presente no momento da Calamidade. Ele havia visitado a Mansão algum tempo após a Calamidade por razões desconhecidas. Assim, ele fora vítima da Maldição da Corda enquanto caminhava pelo local. Após sua morte, seu espírito voltou para a mansão cheio de agonia e ódio. Ele vagava em busca de ajuda.
Bound Man é o primeiro e único fantasma hostil encontrado por Mafuyu Hinasaki enquanto ele é um personagem jogável. Este é o único momento em que podemos batalhar contra esse fantasma, pois é obrigatório. Mais tarde, ele se torna um fantasma aleatório encontrado por Miku.

Broken Neck 

Broken Neck, como muitos outros fantasmas que apareceram na Mansão, não se sabe muito sobre ela, porém, sabe-se que ela não era um membro da família Himuro, mas sim uma visitante. Estranhamente talvez ela estivesse ciente dos rituais sendo realizados na mansão.
No dia do ritual, ela estava visitando a mansão como uma convidada e não se sabe se ele era uma das que testemunharam o fracasso do ritual para selar o Portão do Inferno ou não, embora seja provável que ela estivesse no segundo andar no momento do ritual, que é onde ela estava antes de morrer.

Broken Neck sabia da falha do ritual e que a Malícia estava se espalhando por toda a mansão, ela pode mesmo ter testemunhado a matança feita pelo Mestre Himuro. O que sabe é que ela ficou tão assustada que pulou do Observatório Lunar para sua morte. Ela parece ter caído em cima de sua cabeça, pois seu pescoço está totalmente quebrado, fazendo com que sua cabeça fique pendurada nas costas. Ela era uma das poucas pessoas que não morreram por causa da Calamidade ou pelo Mestre Himuro. 

Após sua morte, seu espírito voltou para a Mansão e seu primeiro encontro com Miku, foi quando ela saiu do quarto de bonecas pela primeira vez. Ela aparece como um fantasma devaneador conhecido como "Woman Who Jumps", e então se torna um fantasma hostil.

Trivia!

- Durante o segundo jogo (Fatal Frame II: The Crimson Butterfly) o jogador vai encontrar uma mulher bastante semelhante com a Broken Neck, mas elas não são o mesmo fantasma, apesar da semelhança. Broken Neck quebrou seu pescoço várias décadas antes da Broken Neck Woman. 

Clock Boy 

Esse menino era um amigo de Mikoto Munakata. Não se sabe sobre ele ou sua família. Ele morava em uma vila próxima e vinha quase que diariamente para a Mansão Himuro para que pudesse brincar com Mikoto. Ele é mostrado em uma das fotos de Yae, que ela tirou das crianças brincando de pega-pega.

No dia 24 de Junho (ano desconhecido), ele e outros dois amigos de Mikoto passaram a brincar como sempre faziam. Neste dia, Mikoto foi escolhida para ser o "demônio" (quem pega no jogo de pega-pega) e seus amigos correram dela pela mansão, procurando um lugar para se esconderem. O menino decidiu se esconder perto do grande relógio da sala da lareira. Alguns dias depois, enquanto ele estava esperando para ser encontrado, um homem de braços longuíssimos o agarrou e o arrastou para dentro do relógio dentro de um mundo espiritual. Seu corpo nunca foi encontrado.

Depois de sua morte, o espírito do menino voltou para a Mansão Himuro. Ele continuou a jogar pega-pega com as outras crianças que também morreram de forma semelhante. O menino pegou um pedaço do espelho que Miku tinha obtido depois de acordar no quarto das bonecas. Mais tarde, ela o derrota e consegue sua peça novamente.

Trivia!

- Depois que ele foi derrotado, uma cartinha velha perto do relógio. Lá podemos ler sobre o menino se perguntando se Mikoto gostava dele.

- Após o seu espírito ser derrotado, as últimas palavras dele foram "eu tenho que dar o espelho para aquele homem".


Crawling Girl 

Esta menina era amiga de Mikoto Munakata. Quase nada se sabe sobre ela, mas podemos supor que, assim com as outras crianças, ela era da vila perto da Mansão Himuro. Como a maioria das crianças de sua idade, ela gostava de jogar pega-pega.

Em 24 de Junho (ano desconhecido), ela estava jogando pega-pega com Mikoto e duas outras crianças da vila. Ela escondeu-se na Sala de bonecas. Enquanto ela esperava para ser encontrada, um homem de longuíssimos braços a pegou e a levou para dentro da parede. Seu corpo nunca fora encontrado.

Female Head

Female Head esteve presente na Mansão Himuro no dia do Ritual do Estrangulamento em 1837. Naquele dia o ritual falhou e a Malícia começou a fluir na mansão. O Mestre Himuro enlouqueceu e começou a decapitar qualquer pessoa que ele encontrasse pela frente. Famale Head foi uma das vítimas que caíram na lâmina do Mestre.

Depois de sua morta, o espírito dela voltou para a mansão como uma cabeça flutuante sem um corpo. Ela procurou eternamente pela mansão em busca de um corpo.

Trivia!

- Depois de derrotar o Menino do Relógio, uma cabeça pode ser vista rolando escada a baixo. Podemos dizer que poderia ser a Female Head.

The Floating Face

The Floating Face é um antigo fantasma de um homem que morreu muito antes da Calamidade ocorrer. O fantasma é tão velho que perdeu sua forma sobre a passagem do tempo. Ele provavelmente veio à Mansão Himuro por cruzar o inferno quando o Portão do Inferno estava aberto. 

Miku Hinasaki encontrou esse espírito no caminho proibido, perto da Demon Mouth, enquanto buscava seu irmão desaparecido. 

The Floating Woman 

Há pouca informação em relação a este fantasma. A Mulher Flutuante estava morta antes da Calamidade. Provavelmente chegou à Mansão Himuro após cruzar o inferno enquanto o Portão do Inferno estava aberto. Ela vagou pela mansão em busca de pessoas para arrastar ao inferno. 

Former Rope Shrine Maiden 

Não se sabe muito sobre Former Rope Shrine Maiden. Ela havia obtido sucesso no Ritual do Estrangulamento da Corda na Mansão Himuro - que ocorreu antes do ritual de Kirie. 

Sua primeira aparição ocorre durante a terceira noite, como um fantasma aleatório, ou no final da quarta noite, onde ela fora sacrificada, e novamente, no caminho batismal para o Portão do Inferno antes da luta final com Kirie. 

Trivia!

- A Former Rope Shrine Maiden pode ser o espírito de Kizuna Himuro, que Miku encontrou em Fatal Frame III: The Tormmented. Durante a visita à House of Sleep, Miku tenta usar suas experiências anteriores e as memórias do primeiro jogo. 

- Durante a batalha no Altar da Corda e os encontros aleatórios da terceira noite, Former Rope é uma fantasma mais fraca que mal se move para algum canto. Já na luta final com ela pelo caminho batismal, ela é bem mais agressiva e rápida nos movimentos. 

Girl in the Well

Esta pequena menina era amiga de Mikoto Munakata. Podemos supor que, assim como as outras crianças ela era da vila vizinha. No entanto, sabemos muito pouco sobre ela. Tudo que sabemos é que no dia 24 de Junho, ela jogou Tag Demon com Mikoto e outras duas crianças. Foi a vez de Mikoto ser o Demônio (pegador), enquanto os outros se escondiam dela. 

Ela encontrou um bom esconderijo no quintal ao lado do poço. Mas não foi Mikoto quem a encontrou no final. Um fantasma chamado Long Arms (braços longos) apareceu de dentro do poço e a puxou para dentro. Como ela estava sendo arrastada para baixo do poço, seu corpo e rosto ficaram terrivelmente esfolados e cheios de cicatrizes. Evidência disso pode ser vista em sua forma fantasma. Seu corpo nunca foi encontrado. 

Trivia!

- Depois de seu espírito ser derrotado, suas últimas palavras são "Mikoto... pressa".

- Durante sua batalha, ela irá dizer "É escuro". Ela poderia estar se referindo a si mesma sendo presa no fundo do poço. 

Girl Pointing 

Este fantasma é o lado benevolante do espírito de Kirie Himuro. Ela atua como um guia para Miku, dando-lhe pistas sobre como quebrar a maldição da mansão. 

Quando Kirie tinha cerca de 7 anos de idade, ela fora escolhida para se tornar a próxima donzela do Santuário da Corda por meio do Tag Demon. Kirie foi a última garota a ser pega e assim foi levada a reclusão e criada para ser tornar a donzela da corda. 

Devido à suas emoções conflitantes na idade adulta, o ritual de Kirie falhou, fazendo com a Malícia escapasse do Portão do Inferno e a possuí-se. Foi então que seu eu mais velho e mais novo se dividissem em dois. 

O mais novo espírito de Kirie foi bom e livre da Malícia, e procurou cumprir com seu dever, como Donzela do Santuário da Corda. Foi ela quem deu originalmente a Câmera Obscura para Mikoto Munakata, e ela pôde ser vista ao lado de Mikoto e seus amigos nas fotos tiradas pela câmera. Mais tarde, ela levou Mikoto para longe da mansão, poupando-a do fantasma dos braços longos e de outros espíritos maliciosos. 

Ela também apareceu para Tomoe Hirasaka para pedir ajuda, quando o grupo de romancistas chegaram à mansão, e assim, tentou levar Tomoe para as coisas que pudessem salvá-la da maldição. 

Quando Miku entrou na Mansão, Kirie, mais uma vez, pediu ajuda para quebrar a maldição. Com a sua ajuda, Miku seria capaz de colocar os pedaços do espelho sagrado de volta e juntos purificar o espírito de Kirie.

A Kirie mais jovem lembrou de sua parte mais velha e não esqueceu de seu dever, e então as duas se fundiram e viraram uma novamente. 

Hand From Floor

Há poucas informações disponíveis para esse fantasma. Sabe-se que é um espírito incomum que raramente aparece. É uma mão que vai aparecer de repente a partir de um buraco e pegar o pé de Miku. O filamente da Camera Obscura não vai reagir a esse fantasma, a menos que seja diretamente orientado para encontrá-lo, e na maioria das áreas ele é invisível (ou pouco vísivel) até pouco antes dos ataques. 

Ele é o fantasma mais fraco do jogo, com apenas 20HP e poder de ataque muito baixo, e só é sempre especificado no guia se ele aparecer na primeira noite. 

Podemos achar esse fantasma da seguinte forma: 
  1. Depois de derrotar o fantasma de Junsei Takamine no Santuário Narukami, volta para o Abismo (não pegue a estátua do Buda). 
  2. Mate 13 fantasmas. 
  3. Salve o jogo. 
  4. Espere até que as músicas de fundo mudem (que pode demorar um pouco).
  5. Levante a câmera. 
  6. Aponte-a para o chão e mova-se até brilhar seu filamento. 

(Nota: este fantasma é muito dificil de localizar, mas reaparecer sempre que você entrar no outro quarto até derrotá-lo).  

The Headlees Priests

The Headless Priests (Kubi-nashi shinkan sem rei) eram membros da família Himuro que atuaram como assistentes ao Mestre da família. 

Seu principal deve era o de cuidar da Donzela do Santuário da Corda durante 10 anos de isolamento e garantir que ela se mantivesse fiel à sua causa. Se eles achavam que alguém pudesse ameaçar a disposição da donzela, eles informavam ao Mestre da família a que ação tomar. Enquanto eles ficavam sob a presença da donzela eles usavam máscaras, para evitar que ela criasse laços afetivos com eles. 

Os sacerdotes também participavam do Ritual do Cegamento e do Estrangulamento. Durante o primeiro ritual, eles iriam conter a moça que viria a se tornar o Demônio Cego de se mover enquanto o Mestre Himuro aplicava a Máscara Cegadora na mulher. 

Durante o segundo ritual, eles atuariam como puxadores das cordas, juntamente com o Mestre Himuro. Cada sacerdote ganhou um determinado símbolo, e cada símbolo representava um dos quatro membros da donzela e a qual corda eles deveriam puxar. 

Lord Himuro


Ele era o chefe da família Himuro. Após o fracasso do Ritual do Estrangulamento passado, ele enlouqueceu e matou um monte de pessoas que sobreviveram à Calamidade. Depois que ele matou todas as pessoas na mansão, ele cometera suícidio. Ele realizou muitos rituais antes disso. 

O fracasso do ritual foi em grande parte culpa dele, que ordenou ao Sacerdote que matassem o amante de Kirie, porque a Donzela da Corda não poderia manter qualquer ligação com o mundo dos vivos, pois contaminaria o sangue dela para a cerimônia. Infelizmente, Kirie soube do que aconteceu e acabou entrando em depressão. A culpa que sentia foi a causa de sua falha. 

Ele também usava uma máscara chamada de Máscara da Reflexão. Inicialmente, essa máscara era simplesmente branca e feita para refletir quem a estava usando. Duas faces provalmente iriam dar forma à máscara, poderia ser um anjo ou um demônio. No caso dele, a máscara virou-se para um demônio, que fortemente implicava que ele mau desde o começo.  

Junsei Takamine 


Junsei Takamine era um escritor best-seller, embora sua carreira estivesse com alguns problemas em 1986. Takamine partiu para a Mansão Himuro em setembro no mesmo ano com seu editor, Koji Ogata e seu assistente, Tomoe Hirasaka, na esperança de reunir pesquisas para seu novo livro.

Ao entrar na mansão e descobrir sobre o destino de seus antigos moradores, ele e sua equipe foram atacados por Kirie, nos salões da mansão.

Koji foi o primeiro a manifestar os estigmas das cordas. Ele acabou sendo morto depois de ser separado do grupo; Takamine e Tomoe descobriram seus restos mortais. Devido a isso, os efeitos da maldição e suas próprias habilidades psíquicas, Tomoe perdeu a cabeça e começou a ver os fantasmas. Takamine, em seguida, começou a definir sua pesquisa sobre a maldição da Mansão Himuro, e era evidente que ele soube do nome de Kirie por causa de Tomoe.

Tomoe foi posteriormente assassinado no Abismo por Kirie diante dos olhos de Takamine, após isso, Kirie o olhou nos olhos, indicando que ele seria o próximo.

Depois de a maldição ter começado a afetá-lo, Takamine se lembrou de Tomoe dizendo-lhe sobre um espelho abençoado. Takamine, então, tentou montar o espelho usando as estátuas do Buda localizadas no Santuário Narukami. Mas antes que ele pudesse fazer qualquer progresso, o seu tempo acabou e Kirie o executou em uma crucificação grotesca, pendurando-o no portão Shinto.

Trivia!

- Após o seu espírito ser derrotado, suas últimas palavras são "A última estátua do Buda... está no portão Shinto". Dando ao jogador uma dica de onde estava escondia a estátua.  

Kirie Himuro 


Kirie nasceu na família Himuro. Quando ela fez sete anos, ela e as outras meninas de sua idade foram submetidas a um ritual chamado Tag Demon. Em uma sala trancada, as meninas foram incumbidas de evitar ser pega por uma mulher cega, que seria chamada de "Demônio Cego". A primeira menina a ser pega, seria o próximo "demônio" no próximo jogo de Tag, e a última a ser pega, que acabou sendo Kirie, se tornaria a Donzela do Santuário da Corda, no qual realizaria o Ritual do Estrangulamento.

Kirie foi mantida em isolamento para se preparar para seus deveres como donzela do santuário e foi trancada dentro de uma cela dentro da mansão por dez anos. Durante esse tempo ela tinha uma servente (que depois da Calamidade se tornou um fantasma chamado "Turning Girl"). A servente de Kirie foi jogada no poço do quintal, a fim de manter o sigilo dos rituais da família Himuro.

Aproximando-se da época do Ritual do Estrangulamento, Kirie conheceu e se apaixonou por um visitante que veio à mansão. O Lord Himuro pensou que isso seria perigoso, no entanto, ordenou que o visitante fosse eliminado. Kirie descobre o destino de seu amente em um sonho e é assombrada pela culpa, acreditando que ela casou sua morte.

Finalmente, o dia do ritual chega e Kirie é levada para o Moon Well para ser purificada antes. Ela é, então, escoltada pelo Lord Himuro e seus quatro sacerdotes o Altar da Corda, onde o ritual começaria.

Kirie foi colocada numa cama de pedra e cordas foram atadas em seus quatro membros e pescoço. As cordas eram conectadas a alavancas onde eram puxadas pelos quatro sacerdotes (encarregados dos membros) e o Lord Himuro que puxava a corda do pescoço. O ritual só termina quando todos os membros da donzela são arrancados de seu corpo, e assim levado para o Portão do Inferno que seria selado por anos.

A fim de completar o ritual da corda, a Donzela deve ter cortado todas as suas ligações com o mundo dos vivos. Mas, Kirie tendo se apaixonado e descoberto que seu amante morrera, sua alma foi manchada pela culpa e assim fez com que o ritual fosse um fracasso. O Portão do Inferno se abriu mesmo assim e trouxe a Malícia para dentro da mansão. A Malícia deixou muitos mortos e várias pessoas enlouqueceram, assim, afundou toda a mansão na escuridão. O espírito de Kirie também foi corrompido pela Malícia, transformando-a em um fantasma vingativo, empenhado em fazer com que os outros sentissem sua dor.

Koji Ogata

Koji Ogata era um editor que trabalhava para Junsei Takamine. Ele, juntamente com Tomoe e Junsei, foram explorar a mansão Himuro.

Enquanto passeava pela mansão, procurando por Junsei e Tomoe, Kirie o pegou. Koji tentou se esconder em um armário perto da sala dos quimonos, mas como Kirie se aproximou do armário, ela abriu a porta e matou Koji.

Apesar de sua morte não aparecer direito, é claro que Kirie cortou seus membros.

Seus restos mortais foram descobertos mais tarde por Junsei e Tomoe.  

Long Arms


A julgar pela sua aparência, ele possui braços longuíssimos. Não se sabe muito sobre ele que não seja após a Calamidade, quando ele voltou como um fantasma e pegou três crianças da vila vizinha equivocadamente, pensando que fosse seu filho desaparecido.

Muitos dizem que Long Arms viveu na Mansão Himuro juntamente com sua filha. Após a Calamidade, ele começou a procurar por sua filha que ele nunca iria encontrar, o que resultou na morte das três crianças que estavam jogando junto com Mikoto.

Uma delas foi puxada no quintal (a menina do poço), outra foi sugada para dentro do grande relógio na sala da lareira (menino do relógio) e a última foi morta na sala de bonecas (crawling girl).

Nenhum dos corpos fora encontrado. E temos apenas dois encontros com esse fantasma. 



Long Hair Woman

Não se sabe muito sobre esse fantasma. Tudo que sabemos é que ela era um demônio que queria compartilhar sua dor com os outros e que ela queria arrastar as pessoas para o inferno junto com ela. Ela também se orgulhava de seus lindos e longos cabelos.

Durante a segunda noite, enquanto Miku explorava o grande salão, as portas se abriram sozinhas. Uma vez que a porta final abriu, a mulher de cabelos compridos apareceu no teto para atacar Miku.

Trivia!

- Na primeira noite, uma porta estava trancada no salão principal. Quando Miku a examinou, ela descobre que a porta se mantinha presa por causa de um monte de cabelos, indicando que era o cabelo do fantasma.

- Alguns dizem que ela já estava morta no momento da Calamidade e a abertura do Portão do Inferno 
permitiu que ela voltasse para o mundo dos vivos. Outros dizem que ela era uma serva da família Himuro, um membro da família ou somente uma hóspede que estava visitando no momento em que a Calamidade à sucumbiu à Malícia, embora quem exatamente ela seja, não foi confirmado.

Ryozo Munakata 


Ryozo Munakata é um personagem secundário nos jogos de Fatal Frame I, II e III. Ele é um famoso folclorista que escreveu um livro sobre os rituais da mansão Himuro que inspirou Junsei Takamine a trabalhar em seu último romance. 

Antes de tornar um folclorista, ele era um aprendiz de Seijiro Makabe, que era amigo próximo do Dr.Kunihiko Asou, o criador da Câmera Obscura.

Eventos em Fatal Frame II



Quando Ryozo era uma criança, ele visitou a vila Minakami, enquanto viajava o país com seu pai. Suas experiências em Minakami que fizeram com que o menino quisesse se tornar um folclorista. Durante a visita, ele se tornou amigo íntimo de Itsuki e Mutsuki Tachibana. Tornaram-se tão próximos que Itsuki confidenciou a ele que ele temia a cerimônia secreta da vila. Depois de deixar a vila, Itsuki e Ryozo mantiveram contato através de cartas. Conforme o tempo passou, Ryozo foi atrás de seu desejo e tornou-se aprendiz o folclorista Seijirio Makabe. Um dia, Ryozo recebeu uma carta de Itsuki pedindo-lhe para vir à vila para salvar Yae e Sae do próximo ritual. Esta foi a última carta que ele recebera de Itsuki.

Devido à preocupação com seus amigos e o interesse pela área, foi rapidamente para Minakami. Quando eles chegaram, eles receberam uma calorosa saudação de Ryokan Kurosawa e suas filhas gêmeas, Yae e Sae. Yae parecia mostrar algum interesse em Ryozo, por causa dos olhares que ela lançava a ele.

Ryozo estava focado em encontrar Itsuki e Mutsuki enquanto Seijiro pesquisava sobre os rituais da vila. Quando ele perguntou sobre os gêmeos Tachibana, foi-lhe dito que um deles tinha morrido de uma doença. Ele não consegui acreditar nessas histórias furadas e continuo sua investigação de qualquer maneira. Ao olhar por meio dos diários de Itsuki, Ryozo aprendeu duas coisas: a vila estava escondendo coisas sobre o paradeiro de seu amigo, e Itsuki foi secretamente à procura de uma maneira de escapar da vila.

Um dia, durante sua busca por Itsuki, Ryozo deparou-se com a irmã dele, Chitose, em um dos corredores da Casa Tachibana. Antes da chegada de Ryozo à vila, Itsuki havia dado a chave de seu quarto para ela, dizendo-lhe para entregar a Ryozo quando ele chegasse. Infelizmente, Ryozo nunca recebeu a chave porque Chitose era muito tímida e se escondeu dele durante sua estadia.

Pouco tempo depois, Ryozo recebeu uma carta de Seijiro que as gêmeas Kurosawa lhe entregaram. A carta pedia para que ele deixasse a vila e voltasse para sua casa antes dele. Antes das gêmeas saírem de seus aposentos, ele sussurrou para Yae para que ela fugisse no dia da cerimônia. Ela ficou bastante tensa e fingiu não ouvi-lo. Antes de sair da vila, ele também escreveu uma carta final para Itsuki, prometendo voltar e cuidar das gêmeas Kurosawa, uma vez que ela conseguisse escapar da vila. Ryozo nunca mais viu seu mestre novamente.  

Quando o dia da cerimônia chegou, Ryozo voltou para resgatar as gêmeas Kurosawa. Mas o que ele encontrou foi somente Yae, que estava chorando na frente do portão Torii, o qual marcava a entrada da vila Minakami. A vila estava longe demais para ser encontrada e Yae não tinha nenhuma lembrança do que havia ocorrido. Como prometido, ele levou Yae com ele. Algum tempo depois, Ryozo e Yae se casaram e eventualmente tiveram uma filha a quem deram o nome de Mikoto. Ele passou a ser um folclorista, assim como ele sempre quis ser. 

Na fase adulta (eventos em Fatal Frame I)

Algum tempo após o nascimento de Mikoto, Ryozo começou a pesquisar sobre as lendas na região da Montanha Himuro. Durante uma visita à área ele encontrou uma informação particularmente interessante que o fez ficar ainda mais determinado a visitar a Mansão Himuro.

Ele não queria ficar muito longe de Yae, que havia ficado bastante doente. Ele decidiu que seria mais interessante levar toda sua família para morar na mansão. Dessa forma ele poderia fazer suas pesquisas sobre os rituais realizados lá e poder ficar mais perto de Yae. Depois de muito esforço ele conseguiu convencer os oficiais para deixá-lo viver lá com sua família.

Logo depois de se acomodar no local, Ryozo começou a progredir em suas pesquisas muito mais rápido do que ele imaginava. Ele passou a maior parte de seus dias a explorar a mansão, coletando informações e tentando descobrir o que realmente aconteceu nos rituais da família Himuro. Durante sua pesquisa, ele estudou áreas específicas, como o Santuário da Lua e a Boca do Demônio.

Um dia, ao brincar de pega-pega com seus amigos, Mikoto encontrou uma estranha câmera na mansão. Ela trouxe para seu pai no qual a examinou. Ryozo perguntou onde exatamente ela a encontrou, mas tudo o que ela disse foi que uma menina de quimono branco deu para ela. Ele então concluiu que não havia nada de notável nisso. No dia seguinte, Ryozo e sua família saíram para uma caminhada nas montanhas. Tae pegou a câmera de Mikoto e passaram a maior parte do dia tirando fotos. Isso marcaria o fim dos tempos 
felizes para a família Munakata.

Yae passou seus próximos dias em delírios, vagando pela mansão e tirando fotos com a câmera. Quando Ryozo perguntou o que ela estava fazendo com as fotos, ela apenas respondia: "eu posso vê-los". À medida que os dias passavam, Yae se tornou cada vez mais doente.

Nove dias depois de ir para uma caminhada nas montanhas, Mikoto e seus amigos desapareceram enquanto brincavam de pega-pega na mansão. Yae e Ryozo procuraram por toda a mansão, mas não encontraram nenhum vestígio das crianças. Três dias depois do desaparecimento de Mikoto, Yae enforcou-se numa cerejeira enquanto Ryozo não estava por perto. Ele descobriu seu corpo sem vida pendurado na árvore. O jogo não menciona o que ele fez depois disso.

Ryozo culpou a câmera pela morte de Yae e culpou a mansão pelo desaparecimento de Mikoto. Ele chegou á conclusão de que algo muito errado estava acontecendo na mansão e ele tinha de descobrir como corrigi-la.

Ele obteve a Máscara da Reflexão e, em seguida, a Máscara do Cegamento. Depois disso, ele fez seu caminho até a Boca do Demônio com um pedaço do espelho sagrado na mão. Quando ele abriu a porta dentro da Boca do Demônio (que levou ao Caminho Batismal) com a Máscara do Cegamento, ele foi puxado por Kirie. As portas se fecharam atrás dele. Ryozo provavelmente morreu de imediato, como mostra seu cadáver por estar segurando o espelho fortemente com as mãos. 

Trivia!

- Ryozo Munakata é um dos poucos personagens secundários que aparecem na série Fatal Frame duas vezes. 

- Quando ele escapou da vila Minakami, Ryozo levou consigo as escritas de Seijiro. Estas escritas são encontradas no guide book japonês de Fatal Frame 2. 

- De acordo com as notas de Mil, Ryozo gravou as lendas da vila em suas escritas. 

- Ryozo é bisavô de Miku e Mafuyu. 

- Suas últimas palavras foram "A Máscara do Cegamento é a chave para a porta". 

Tokitada Kyuki

Tokitada Kyuki era um samurai que atendia a Mansão Himuro. Ele se apaixonou por uma das donzelas do santuário da corda e como a cerimônia estava prestes a começar, ele tentou parar um dos sacerdotes, mas não conseguiu fazê-lo. Em seguida, ele se matou. Seu espírito pareceu para Kirie em um sonho e lhe disse que se quebrar o espelho, ele poderia ver sua amante novamente. Ele esperava ver a donzela que ele amava de volta a este mundo. 

Ele ainda vaga pela Mansão Himuro e talvez procurando pela donzela que amava. Ele é um fantasma boss do Abismo. 

Trivia!

- Ele só é visto na versão de Xbox do Fatal Frame 1. 

Tomoe Hirasaka 


Tomoe Hirasaka foi assistente de Junsei Takamine, que passou a explorar a Mansão Himuro juntamente com Koji e Takamine. 

Ela começou a sofrer dos mesmos sintomas de Koji, devido ao seu "sexto sentido". 

Ela morreu sendo estrangulada e desmembrada no mesmo ritual em que Kirie passou. Assim ela ficou totalmente desmembrada e com estigmas de cordas pelos seus membros e pescoço, igualmente Koji. 

Trivia!

- Durante a cena no quintal, Tomoe está dizendo para Miku "diga-lhe... diga-lhe", depois de seu espírito ser derrotado, suas últimas palavras foram "o espelho... o espelho", ela estava se referindo ao Sr.Takamine sobre como ela sabia quebrar a maldição que ela iria dizer a ele. 

- O nome dela é "Tomoe", é uma jóia japonesa com forma abstrata, em outras palavras, é um redemoinho que se assemelha a uma vírgula (ou 9) que é a forma mais comum do Magatama. Tomoes são geralmente vistos em um design de três Mitsudomoe (三つ巴).


Wandering Man

Há poucas informações sobre esse fantasma. Wandering Man estava morto antes da Calamida. Ele chegou a Mansão Himuro por cruzar o inferno através do Portão do Inferno que estava aberto no momento. Ele vagou pela mansão em busca de pessoas para ele poder arrastá-las ao inferno junto dele. 

Miku Hinasaki encontra seu espírito enquanto procurava seu irmão desaparecido. Ela é capaz de derrotá-lo e continuar sua busca. Uma vez que Miku quebra a maldição da mansão, Wandering Man é finalmente capaz de descansar. 

Trivia!

- Wandering Man tem apenas uma batalha obrigatória, junto da Floating Woman durante a Noite Final. Ele é um espírito aleatório se for encontrado antes.

- Um dos fantasmas que atacaram o editor Koji também atende pelo nome de "Wandering Man", mas não há conexão. 

Wandering Monk

Algum tempo após a Calamidade, ele visitou a Mansão Himuro em uma tentativa de exorcizar os fantasmas. No entanto, ele falhou e depois se tornou um fantasma que assombra a mansão. 

Trivia!

- Não há cutscenes sobre ele. 

- Existe uma foto nomeada "Monk in dark", este pode ter sido o mesmo monge que veio para a mansão. 

Yae Munakata

Yae Munakata é um personagem secundário introduzido pela primeira vez como a esposa enferma do folclorista Ryozo Munkata em Fatal Frame, que tem uma estranha semelhança com a mãe de Miku Myuki Hinasaki. Em Fatal Frame II ela é reintroduzida como a adolesce Yae Kurosawa, uma donzela do santuário que fugiu durante a noite de um ritual importante na esperança de escapar de seu cruel destino.



Infância (em Fatal Frame II)




Yae e sua irmã gêmea, Sae, nasceram na Vila Minakami, e foram as únicas filhas de Ryokan Kurosawa, o mestre de cerimônias que iria agir no momento do Arrependimento. Embora Yae fosse a segunda a ter nascido, ela foi considerada a irmã mais velha e mais forte, se baseando no sistema de crenças da vila. Dado ao status social de gêmeas da vila, é provável que os gêmeos tinham poucos amigos, exceto um ao outro. Seus diários, anotações e artes sugeriam que ambas estavam sempre próximas dos irmãos Tachibana.

Quando Yae e Sae fizeram 14 anos, Itsuki e Mutsuki realizaram o Ritual do Sacrifico Vermelho, e a cerimônia foi um sucesso. A responsabilidade então caiu sobre Yae e sua irmã para realizarem o próximo ritual, um ano depois. Não se sabe o quanto as gêmeas foram informadas sobre o ritual. Desde que seu pai era o Mestre de Cerimônias e seu amigo um Remanescente, elas deveriam saber de tudo.

Yae foi veementemente contrária ao ritual, acreditando que era uma crueldade desnecessária. Seu pai tentou acalmá-la, mas Yae não estava convencida. Com a ajuda de Itsuki, que também se opunha ao ritual, ela fez planos para fugir com Sae, apesar do fato de que sua irmã queria ficar.

Enquanto Yae e Sae foram submetidas à purificação para a preparação do ritual, o folclorista Seijiro Makabe e seu aprendiz Ryozo Munakata chegaram à vila para fazer pesquisas sobre os costumes locais. Ryozo era um velho amigo de Itsuki e prometeu que iria ajudar as gêmeas Kurosawa a escaparem com cuidado. Os visitantes foram recebidos pela família Kurosawa e foram bem tratados. Yae parecia ter um interesse em Ryozo desde o inicio.

Apesar da calorosa recepção inicial dada aos visitantes, Yae acreditava que seu pai estava pensando em usar um dos homens como sacrifico ao Kusabi. Na tentativa de salvá-lo, as gêmeas levaram a Seijiro, um mapa que mostrava uma porta lateral que levava para fora da casa. Elas avisaram ele que a cerimônia estava se aproximando e disse-lhe para sair durante a noite. Seijiro mandou Ryozo embora, mas ficou na casa e acabou sendo sacrificado. Antes de sair, Ryozo sussurrou para Yae que iria voltar para salvá-la.

Quando chegou a hora, Itsuki levou as meninas para a floresta e mostrou-lhes o caminho para fora da vila. Ele disse para elas irem e não olharem para trás. Yae seguiu o caminho sem olhar para trás, enquanto Sae lutava para manter-se, implorando para Yae não deixá-la. Não querendo escapar, Sae escorregou e caiu de propósito, acreditando que Yae voltaria para ajudá-la, mas Yae seguiu em frente.

Até o momento Yae encontrou o caminho para fora da vila e assim ela despareceu. Tudo o que restava era à entrada do portão Torii. Devido à dor e choque, ela possivelmente perdeu todas as suas memórias e assim ela encontrou-se com Ryozo.
Algum tempo depois, Ryozo e Yae se casaram e tiveram uma filha chamada Mikoto.

A parte do espírito de Yae, que permaneceu na vila Minakami foi libertado quando Mio Amakura foi possuída por Yae e realizou o ritual do sacrifício vermelho com sucesso junto de sua irmã Mayu.

Idade adulta (Fatal Frame)


Mais tarde em sua vida, a saúde de Yae diminuiu muito e a família mudou-se para a Mansão Himuro, onde Ryozo poderia continuar seu trabalho como folclorista. A família morava lá sem incidentes, e Yae estava começando a melhorar, até que Mikoto encontrou uma câmera estranha. 

Yae pegou a câmera por curiosidade e assim começou a tirar fotos por toda a mansão. Em pouco tempo, ela percebeu que não era uma câmera comum. Começaram a aparecer imagens de pessoas nas fotos que antes não estavam lá. Assim ela acabou ficando cada vez mais demente e não era mais necessário usar a câmera para ver os espíritos. Por um longo tempo, ela manteve a câmera longe de Mikoto para protegê-la, mas depois de um tempo deixou ela usar. Assim que Mikoto pegou a câmera, ela e seus amigos desapareceram. 

Yae ficou horrorizada. Ela estava convencida de que os fantasmas foram os responsáveis por levar as crianças embora e ela se culpava por isso. Ela escreveu uma carta de suicídio para seu marido e depois de enforcou na cerejeira da mansão. Seu marido encontrou seu corpo pouco antes de sua morte e Yae nunca ficou sabendo que Mikoto estava viva. 

Quando Miku confronta Yae suas últimas palavras foram "Onde está minha filha". 

Trivia!

- Yae é um dos poucos personagens secundários que aparecem mais de uma vez na série. 

- Yae parece tão semelhante com Miyuki Hinasaki que um monte de fãs se confundem durante os flashbacks de Miku, onde ela descobre o corpo de sua mãe. 

- Yae é bisavó de Mafuyu e Miku. 

- Em última análise, Yae teve uma morte semelhante com a de sua irmã. Ambas morreram enforcadas. 

- Yae é uma das poucas personagens que foram diretamente afetadas pelos efeitos colaterais da Camera Obscura. 

- Kurosawa é o sobrenome do famoso diretor japonês Akira Kurosawa, a quem o criador de Fatal Frame, Keisuke Kikuchi, menciona como seu direito favorito. 

- O quimono que Yae usava quando jovem é uma roupa extra para Mio Amakura em Fatal Frame II. 

Gostou? Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!