Escrito por: Fernanda Turesso

Olá pessoas!
Então, eu sou a pessoa mais atrasada do mundo porqueee, eu não jogo os jogos quando são lançamentos, então, nunca vou fazer previews de nenhum jogo e muito menos uma review na época em que ele lançou. Não escolho isso, é porque eu sou pobre #foreveralone



Mas enfim, esses dias comprei um XBox360 (lindo muah) e junto veio o Limbo! hohoho
É, finalmente joguei Limbo!
E hoje vou falar dele para vocês que ainda não jogaram (ou já jogaram também).

Confesso que nunca dei chance para os jogos exclusivos do Xbox 360. Uma porque eu sou Sonysta e até então não tinha o console da M$. Mas, claro, sempre temos exceções. 


Acabei conseguindo o Xbox 360 e então joguei o bendito do Limbo. 
Imaginava uma coisa totalmente nada a ver sobre o jogo. Imaginava que seria mais um daqueles jogos curtos que o pessoal fica babando ovo sabe-se lá porque, mas Limbo se mostrou diferente e me fez amá-lo!


O jogo foi lançado ano passado (2010) em Julho, mas até esse ano, ele era exclusivo do XBox360. Podia ser baixado na XBLA. Ou também para o PC, poderia ser comprado pela Steam. Só agora, em 2011, que Limbo saiu na PSN e afim de deixar os sonystas por dentro do jogo também. 
Ele é um jogo independente, ou como gostam de chamar, Indie Games. Foi desenvolvido pela Playdead; 


Um mundo hostil...


Limbo é um jogo obscuro disfarçado com inocência. 


Logo de cara você já percebe que não é um jogo meigo. Não é porque tem uma criança como protagonista que deixará de lado as cenas fortes. 


O personagem principal é um garoto sem nome que acorda no meio de uma floresta que fica na "beira do inferno" (o nome do jogo vem do Latim, Limbus, que singifica "beirada"). 


O jogo todo é em tons de cinza. Nada tem cor. Tudo o que se destaca são as luzes brancas. E uma coisa curiosa é que os olhos do garoto são luminosos. 


O mundo de Limbo é todo cheio de armadilhas. O cenário meio embaçado e as poucas cores favorecem de você ser pego nessas armadilhas, que normalmente são dificeis de serem percebidas na primeira vez.




Ao longo de sua jornada, o garoto vai correndo e correndo para a direita. Ele parece estar procurando alguma coisa, ou talvez, alguém. Não sabemos o que ele realmente está fazendo ali e nem como foi parar ali.


No começo eu achava que iríamos ter apenas animais e armadilhas como inimigos, mas também podemos encontrar pessoas. Talvez crianças como ele.
Ao meu ver, pensei logo de cara que o lugar em que esse garoto se encontrava era uma espécie de purgatório, onde ele teria que enfrentar seus medos ao longo do caminho para conseguir se salvar de algum modo no final de sua jornada. Mas parece que a história do jogo toma outro rumo. 


Pelo caminho iremos sempre encontrar outras pessoas mortas. Suicidas. Várias pessoas enforcadas, afogadas. E também pessoas assassinadas. Parece que as outras crianças misteriosas estão matando outras pessoas. Tanto que temos em uma parte, um bando de crianças atirando dardos envenenados no garoto (ai temos que fugir delas para não acabar igual o corpo morto que encontramos segundos antes). 


Limbo com certeza é um mundo muito hostil e qualquer coisa pode te matar. Desde aranhas gigantescas, até a caixa de madeira que está caindo do alto. Tudo pode te matar. E não pense que as mortes são fracas. Veremos bastante o garoto ser mutilado em pedaços, sangue e vários pedaços voando para todo lado. O jogo é bem violento, apesar de não parecer.


Jogabilidade simples... Mas difícil!


Bom, não vou me focar muito na história do jogo, porque, provavelmente metade dela seja só da minha cabeça e várias outras interpretações podem ser feitas por outras pessoas. 


Agora sobre a jogabilidade... Como vocês sabem, Limbo é um jogo de plataforma com puzzles. Um side-scrolling 2D bem dificil!
Na real, o começo do jogo não parece ser tão complicado. Temos que puxar caixas, subir em árvores, pular de armadilhas-de-urso, puxar coisas e assim por diante. Mas quando chega na parte em que uma aranha está escondida na árvore, você não sabe direito o que fazer... Se chegar muito perto, ela te ataca e a única coisa que poderia te ajudar nessa parte é uma amardilha-de-urso que está em cima dum galho. Ai o que você faz? A única coisa que pode ser feita, faz a aranha bater no chão para que a armadilha caia. Assim você usa ela para quebrar as patas da aranha.


Oras, nem parece tão dificil assim... Mas logo mais pra frente, as coisas complicam. Você tem que enfrentar uma série de puzzles estranhos que mexem com a gravidade do lugar. Puzzles que fazem todo o cenário se mover e girar. E se você não tomar o máximo de cuidado, pode morrer com qualquer coisinha. 


Muitas alavancas serão puxadas. Alavancas são o problema desse jogo. Toda hora temos uma alavanca que abre uma armadilha macabra, como por exemplo, uma serra elétrica vindo na sua direção!


Parece que todo o gameplay desse jogo só se faz para te matar! Tudo quer te matar nessa porra! Sem contar a água. O garoto não nada. Se cair na água você está fudido! Tem partes em que você terá que correr contra o tempo, pois o lugar está se enchendo d'água, e se não correr, já sabe o que te espera. 




Uma coisa curiosa na jogabilidade desse jogo, que eu não sei se faz parte da história, é que tem um verme que gruda na cabeça do garoto e por alguma razão, ele controla todo o corpo do rapaz. Você tem que ir andando pra onde o bicho quer ir e você que se foda com os perigos que vem pela frente. Mas, esse verme faz você ir somente para um lado do cenário, ai quando ele encontra luz (talvez não goste né) começa a queimar e muda de direção, ai você tem que tentar se livrar dele. Isso atrapalha bastante, mas esse é o espirito da coisa! HUISAHUISHAUSI
Para se livrar desse verme, você tem que encontrar uns bichos que ficam em determinada parte do jogo, eles comem o verme e você fica livre para andar normalmente!


Agora, voltando nos puzzles de gravidade. 
Em determinada parte do jogo, teremos que seguir o ritimo da "música" que toca na fase. Ela é o sinal de que o aparelho lá está mudando a gravidade do lugar. Parece dificil falando, e realmente é, mas depois você vai pegando o jeito. 


É um dos jogos em 2D mais dificeis que eu joguei até hoje! 
Tem uma mecânica de jogo bem diferente e faz você pensar bastante antes de tentar fazer qualquer coisa (e também depois de ter morrido pela 20ª vez)
HIUAHSIUHASIHIAS


O jogo tem troféus, poucos, mas tem, concluindo são uns 12 troféus (se eu não me engano). Eles são simples, você tem que achar todos os "ovos/bolhas" que estão escondidos durante as fases. E o último é o mais difícil, que você tem que fechar o jogo sem morrer ou morrendo até 5 vezes. (To tentando essa droga de troféu e ainda não consegui!! fuuuu) 


O clima do Limbo...


Bem, como eu já falei antes, não entrarei muito nos detalhes da história do jogo, até porque, ele não conta história nenhuma. Aliás, conta uma pequena coisa sobre a história, que é a de que esse garoto está nos confins do Limbo procurando a sua irmã desaparecida. 


O clima do jogo, como eu já disse, é bem misterioso e isso se agrava por causa das cores e do jeito que ele é mostrado. Um jogo de sombras e luzes fazem qualquer pessoa se sentir perdida e ao mesmo tempo curiosa, assim fazendo elas quererem ir cada vez mais adiante para saber o que espera por elas. 


As músicas de Limbo são mais sons ambientes. Com o barulho da grama, pedras rolando, coisas caindo. Bastante sons de metal e serras elétricas. Mas também temos os sons feitos para cada momento. Músicas calmas, sem nenhum tipo de ação ou efeito que vá deixar o menino ser um "herói". É simplesmente uma música neutra e que acalma na hora de pensar nos puzzles. 




Concluindo. Limbo é um jogo muito bom, apesar de ser curto. É bastante difícil e nem tudo está na cara para conseguir passar para a próxima fase. 
Então! Joguem porque vale a pena! :D

Gostou? Compartilhe:

  1. ki bom pra vc!!! não se vc sabe mas, o Xbox é destravavel daí é bem vc ter um na legalidade e outra pirataria já que os jogos são caros.não possível que vc não tem coragem de gastar R$ 10,00 num jogo??

    ResponderExcluir
  2. meu xbox não é destravado. Eu compro todos os jogos originais... e pago até 100 reais num jogo. HSUIAHUSIASI
    Mais que isso já é roubo D:

    ResponderExcluir
  3. Puxa, parece muito interessante. Vou ver se baixo, amo games de terror, mesmo esses ''malucos''rsrsrs.

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!