Escrito por: Fernanda Turesso



Bem, como muitos dizem que Resident Evil 4 não tem nada em comum com os outros títulos da série “Resident Evil”, e falam ainda por cima que o “vírus” novo não tem nada a ver com nada, vou mostrar o quão em comum eles tem.
Começarei então a falar sobre o parasita que Luis Sera, um pesquisador da ilha, que estava tentando descobrir de onde veio e como “Las Plagas” funcionam.

Todos os textos (ou a maioria) eu tirei do site REVIL

  • Uma breve história de como as Las Plagas surgiram.
“Um vírus descoberto por Ozwell E. Spencer, James Marcus e Edward Ashford na África em 1966. Serviu como base para o desenvolvimento de outros vírus e parasitas.”
Esses cientistas comandaram uma expedição ao Oeste africano na década de 60. Foi encontrada uma planta utilizada nos rituais da tribo africana Ndipaya, que era cultivada em um jardim subterrâneo. A flor do vegetal, extremamente venenosa, era utilizada para a escolha do chefe do grupo e para dar mais força aos guerreiros em tempos de guerra. 

Acreditava-se que os indivíduos resistentes ao vírus presente na flor da planta poderiam tirar proveito dos efeitos provocados pelo agente.
Assim o vírus Progenitor foi extraído desta planta chamada “Progenitora” pelos pesquisadores e de Sonnentreppe nativos.

“Descoberto por uma seita religiosa espanhola há séculos atrás, Las Plagas atraíram olhares para serem usados como arma biológica.”


Por muitos anos, a família Salazar serviu como castelões do castelo. Porém, nem tudo era como parecia. Há muito tempo, havia um grupo religioso com fortes raízes nesta região chamado de Los Illuminados. Porém, o primeiro castelão retirou os poderes e direitos deles.

Como seguidor desta região, o 8º Castelão, Ramón Salazar, sentia que era seu dever e responsabilidade reparar o pecado que sua família havia feito.

E a melhor maneira, para ele, para fazer isso era devolvendo o poder àqueles de quem tiraram antes, os Los Illuminados.

Antes, o primeiro castelão havia enterrado Las Plagas nas profundezas do castelo para esconder a sua existência. Mas quando Salazar as liberou ninguém imaginou que ele pudesse trazê-las de volta à vida. Pois quando ele as encontrou, eram somente restos fossilizados.

Organismos parasitários não sobrevivem sem hospedeiros. Não são capazes de sustentar vida, sozinhos. Mas quando Salazar e seus homens escavaram os restos, parecia que Las Plagas estavam apenas esperando serem descobertas, para que pudessem ressuscitar.

Muitos anos depois, convulsões inexplicáveis começaram a acontecer nos habitantes da vila que ajudaram na escavação. Até que um dia, de repente, estas pessoas se tornaram violentas e selvagens. Com este “sucesso”, Salazar estava a um passo mais próximo de reviver os Los Illuminados. E reparar os “pecados” de seus ancestrais não foi o único motivo pelo qual ele liberou as Las Plagas das profundezas do castelo e os entregou ao Lorde Saddler, que tinha alguma certeza de que faria um ótimo uso deste poder para “limpar as almas” criando um mundo sem pecadores.


  • Sobre o Parasita Las Plagas
Agora que vocês sabem da onde o parasita se originou, irei explicar como ele funciona.
Nas expedições para buscar o parasita enterrado, os aldeões começaram a manifestar convulsões e, posteriormente tornaram-se violentos. 

Apesar de Las Plagas permanecerem séculos fossilizadas, foram capazes de sobreviver por longos anos em um estado de latência, em uma forma similar a de esporos. Aparentemente, durante a escavação, os camponeses inalaram os esporos e em seus corpos, os parasitas se tornaram ativos novamente. Esta cepa original, denominada Las Plagas do Tipo 1, deveria ser inoculada nos hospedeiros por meio artificial ou por aspiração de esporos na forma de ovo.

Eles atingiriam a maturidade no interior do hospedeiro e nesta fase passariam a assumir o controle do sistema nervoso central do mesmo. Las Plagas do Tipo 1 apresentavam desvantagem por serem sensíveis a luz solar (por isso que quando jogamos granadas de luz, elas morrem quando estão para fora do corpo).

Las Plagas têm a habilidade de manipular os padrões de comportamento de seus hospedeiros e são “organismos sociáveis”: não vivem individualmente, mas sim em harmonia social perfeita com o hospedeiro.
Acredita-se que eles possuem Inteligência coletiva, comportamento raramente visto em organismos parasitários. Las Plagas têm, ainda, capacidades excepcionais de adaptação. São capazes de viver em muitos organismos e estabelecer social, permite que promovam interação entre hospedeiros infectados, independente de que espécies sejam.

O parasita é assimilado pelo sistema nervoso central dos hospedeiro, que perde todo o pensamento racional e as faculdades mentais são inteiramente sujeitas a controle por outro tipo de Plaga, conhecida como “Controladora”, que difere da forma comum por não tomar total controle sobre os processos cognitivos do hospedeiro, mas apresenta a desvantagem de promover alterações morfológicas drásticas. O hospedeiro pode não ter pensamento racional funcional, mas ainda mantém um nível de inteligência humana, como a capacidade de falar.

Las Plagas originais foram retiradas da Europa e geneticamente modificadas pela Tricell, para a criação de uma forma mais eficaz. Este Las Plagas modificado foi classificado por pesquisadores como Plaga do Tipo 2. O parasita entra no hospedeiro por via oral, geralmente forçado diretamente pela boca. A infecção ocorre a partir de um parasita adulto e por isso, não requer tempo de maturação e toma conta do sistema nervoso central do hospedeiro quase que imediatamente, sendo uma arma muito mais eficiente. Outra vantagem em relação a sua versão anterior é a insensibilidade à luz Solar.

As modificações na aparência provocadas pela Plaga Controladora eram vistas como um problema. A partir disto, os pesquisadores da Tricell alteraram geneticamente a Plaga subordinada, inserindo um gene da Plaga controladora. O resultado foi a Plaga de Tipo 3, que só melhorou nos saltos mais fortes das cobaias e no tamanho corporal exagerado. (Essas Plagas são vistas no Resident Evil 5).

Uma coisa que eu quero comentar para aquelas que falam que Las Plagas não tem nada a ver com o resto dos vírus de RE.
“O parasita Nemesis foi desenvolvido pelos laboratórios franceses da Umbrella e sua criação deu origem a uma arma biológica poderosa e obediente, o Nemesis T-Type”
O parasita Nemesis é um ser parasitário (oh, jura?) criado por manipulação genética que, quando parasita o cérebro de outro ser vivo, toma total controle do organismo com menor comprometimento mental do hospedeiro, (ou seja, você continua o mesmo, com sua inteligência de sempre, só que agora pode ser controlado por terceiros).

O objetivo do projeto era para prover a inteligência em um organismo infectado, prepará-lo para o combate e posteriormente combinar as duas características para criar uma arma biológica viva.

O parasita era injetado na medula espinhal de um Tyrant e se espalhava pelos neurônios dos hospedeiro após uma combinação com o T-vírus e induzia diversas mudanças no sistema nervoso central.


(agora sim, cheguei onde eu queria Las Plagas não é praticamente a mesma coisa? Se instala no sistema nervoso do hospedeiro e assim o começa a controlar? A única diferença é que Las Plagas deixa o hospedeiro com Q.I baixo, enquanto que o parasita Nemesis não).

Quando o processo estivesse completo, todos os processos cógnitos do Tyrant estariam nas mãos do parasita Nemesi, e suas ações poderiam ser completamente controladas. O Nemesis T-Type foi resultado deste experimento, produzindo uma B.O.W (Bio-Organic Weapons) que poderá obedecer e cumprir ordens facilmente. (Igual à Las Plagas, só que com mais êxito).


Bom, agora quero ver gente não entendendo o que são as Las Plagas e falando que RE4 não tem nada a ver com os outros.
É isso ae pessoa, espero que tenham gostado!

Gostou? Compartilhe:

  1. Shit! Não deu pra escreve, vo escreve de novo. Bom, achei bem interessante. Quero uma Plaga pra mim, vo rouba do Wesker... Isso é, se eu consegui u.u

    ResponderExcluir
  2. Oiaa láaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,

    Quee massa!

    Achei muito massa Fer,
    Tudo sobre las Plagas, mta coisa dai eu não sabia, agora sei sobre minahs dúvidas dos re's
    Continua assim Fer.
    você rules em horror o/

    ResponderExcluir
  3. HSUIAHSUIAHSUIAS

    brigada pablo!
    e fico feliz que vc tenha esclarecido suas dúvidas com meu post... qualquer dúvida sobre algum game, principalmente resident evil, pode me falar que eu faço uma matériazinha especial! o/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Ta certo que ficou massa a história, a jogabilidade que surgiu em RE4, que tambem foi usada em RE5 é a melhor da série.
    Mas ainda sim, sinto falta dos zumbis. RE sem zumbis é foda.

    ResponderExcluir
  6. muinto detalhado melhor impossivel

    ResponderExcluir
  7. Vlw , agora entendi melhor o que era o Las Plagas , como eu so tinha visto os filmes e nunca joguei o jogo agora ta mais claro! vlw

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!