Escrito por: Fernanda Turesso

Olá pessoas da noite!

Meu amigo, Arthur, me passou um resumo completo da história do jogo Rule Of Rose.

Agora, para esclarecer todas as dúvidas que vocês, e eu mesma também, tínhamos sobre esse jogo tão bonito!
Na época de 1930, existia um orfanato (Rose Garden Orfanage). O orfanato era habitado pelos adultos Carol Martha (a empregada), Mr. Hoffman (o headmaster), e pelos órfãos Clara, Wendy, Diana, Meg, Eleanor, Amanda, Olivia, Nicholas e Xavier.

Fora Martha, Hoffman e Clara, o restante fazia parte do Red Crayon Aristocrat Club, onde para eles não se precisavam dos adultos e de sua comida de gente grande.

No orfanato também convivia boa parte do tempo um homem chamado Gregory Wilson. Ele era um fazendeiro, que cuidava dos campos do orfanato, e ficou louco com a morte desconhecida de seu filho Joshua, que era apaixonado por aviões e Zeppelins. Gregory escrevia histórias para o filho, e em sua casa, todas as noites ele lia uma história olhando para a cama vazia, apenas com as roupas do filho colocadas de tal forma como se tivesse alguém ali, e com uma arma apontada na cabeça.

Certo dia, uma criança chamada Jennifer, perdeu seus pais e tudo o que tinha em um acidente de um Zeppelin de luxo, e foi a única sobrevivente. Gregory a achou e a levou para o orfanato. Ele também chamava Jennifer pelo nome do filho, Joshua (porque já estava louco). No orfanato, cada um tinha um dever, e o de Jennifer era lavar as latrinas e as roupas. 

Ela dormia em um quarto separado dos outros órfãos (todos dormiam no mesmo quarto), pois não havia mais camas sobrando, e as latrinas ficavam mais próximas de seu quarto. Jennifer conheceu Wendy, as duas tiveram um contato e amor muito grandes uma com a outra, até que resolveram fazer um pacto de nunca se deixarem, assim formando o Red Crayon Aristocrat, onde Wendy era a princesa e Jennifer o príncipe. A duas se correspondiam entre os quartos, escrevendo cartas secretas uma pras outras.



Um dia Jennifer encontrou um cachorro marrom em um terreno abandonado e colocou o nome de Brown (nome bem sugestivo); Ela ia ver Brown todas as manhãs no terreno, cuidando sempre dele, e escreveu para Wendy sobre o novo amigo que ela tinha feito. Wendy começou a morrer de ciúmes pelo fato de Jennifer dar mais atenção a Brown do que pra ela, e escrevia coisas como "Livre-se deste cão imundo! Porque não posso te ver todas as manhãs?". Ela chegava a ser obcecada por Jennifer e começou a se sentir sozinha!

Então, ela começou a tomar conta de um coelho, que apelidou de Sr. Peter, para causar ciúmes em Jennifer.

O Sr. Hoffman sempre falava tudo pelo rádio, a hora de comer, acordar, dormir, limpar, falava os nomes de todos os órfãos por sequência de quem ele mais gostava, mais nunca falava o de Jennifer por primeiro. Ele chegou a propor coisas como atividade sexual para Clara (a mais velha dos órfãos). Com o tempo, Hoffman saiu do orfanato sem deixar sinais, em seu diário estava escrito algo como "Tudo mudou depois que aquela garota imunda apareceu", ele se referia de Jennifer.

O ciúmes de Wendy aumentava tanto, que criou uma lenda de que um cachorro enorme que aparecia e devorava crianças desobedientes (O Stray Dog), isso foi parar no Aristocrat club, assim sendo considerado algo sério!

Martha chegou a mandar cinco cartas para a polícia, pelo estranho comportamento que ela começara a reparar em Gregory, principalmente em um dia em que ela viu Wendy o treinando como um cão!



No Red Crayon Aristocrat, todo mês os integrantes tinham que dar uma oferenda que fosse ordenada. Até que um dia, o pedido foi Brown, o cachorro de Jennifer! Indignada, ela sai do Aristocrat Club, e briga com Wendy dizendo para todos que a lenda do Stray Dog é uma mentira!

Neste tempo Martha e Clara, que cuidavam do orfanato, deixaram o lugar, pois como Hoffman, elas começaram a ficar doentes de cuidar de crianças dementes.

Um certo dia, as crianças encontram Wendy próxima ao portão do orfanato e foram falar com ela, rir um pouco da sua mentira.

Jennifer desce para ver o que está acontecendo, pois ouve muitos gritos!!! Quando chega, vê todas as crianças mortas, e um menino segurando um homem que se comportava como um cão preso a coleira! Este homem era Gregory, já completamente insano, e foi usado como a lenda de Stray Dog!



O garoto tira o cabelo falso que usava, e na verdade ele era Wendy, disfarçada de Joshua, para fazer a cabeça incomoda de Gregory, para ser mais fácilmente ordenado à dar o susto nas crianças. Wendy já inconformada e quase entrando em choque, diz à Jennifer que ela não queria machucar ninguém, que ela só queria ter contato com os amigos de volta, assim mostrando que o Stray Dog era de verdade, e que também o trouxe, por Jennifer não a amar mais como antes e gostar mais de Brown do que dela. Wendy entrega a arma que Gregory carregava para Jennifer, dizendo que só ela poderia acabar com tudo isso.

Gregory por um momento percebe confuso o que fez, olha para Wendy e faz dela a última vítima do massacre do orfanato!

Quando ele se aproxima de Jennifer e vê a arma, ele fica de joelhos como um condenado, doente, e diz "perdão, não atire".

Jenniffer sem muita reação, entrega a arma para ele, e o mesmo agradece ela dizendo algo como "Obrigado Joshua" e comete suicídio com um tiro na cabeça!

Jennifer faz sua vida sozinha, apenas com Brown, e tranca todo o seu passado, o acidente dos pais, o orfanato, as crianças, o massacre, tudo, para nunca mais lembrar de todo o horror que ela passou!

Muitos anos se passam... E em um ônibus, Jennifer já adolescente, vê um menino que também estava lá dentro, lendo uma história em um livro muito velho, mal desenhado e feito a mão. Ele para em frente a ela e diz "Por favor, leia a história Jennifer" e sai correndo para fora. Ela o manda esperar e sai em busca dele, o ônibus se fecha e vai embora, a deixando...

E assim começa a história da garota não sortuda e sozinha.





FONTE: Comunidade no Orkut de Rule of Rose

Gostou? Compartilhe:

  1. Ah, o jogo é meio chato, mas até que eu gosto. A única parte que eu acho triste, é quando o Brown die. Muito very crazy triste u.u

    ResponderExcluir
  2. ah tadinho do Brown né... ;-;
    também tenho peninha dele, mas se a gente fizer o final bom, ele vive 8D

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. concordo com tudo, foi bem esclarecedor, muito obrigado tava procurando isso. Mas não fez sentido esse final que aqui foi mostrado. Pense bem, em 1930 jennifer tinha um caso de amor com wendy, mas então começou a passar mais tempo com um cachorrinho que encontrou.
    Um ano depois, 1931, é a época em que jogamos, e que vemos jennifer no onibus. Agora vem uma possivel explicação. jennifer acompanhou todo o crescimento de brown, até que teve que ir para algum lugar, enquanto estava fora brown foi judiado.
    em um certo dia jennifer iria voltar e wendy sabia quando, então esperou em um ponto de onibus perto dalí. embarcou e ficou quieta. quando estavam chegando wendy entrega uma historia sobre a jennifer, para tortura-la psicológicamente e quando o motorista abre a porta para jennifer, wendy sai correndo
    Aonde vemos jennifer desembarcando é onde ela tinha falado que ja ia ficar e por isso o motorista fechou a porta, e quando diz "espere" p o onibus era por estar preocupado com aquele menino que saiu correndo do onibus, ja que ele não era do orfanato, e alí era o orfanato.
    ela se preocupava, mas quando ouviu o choro de um cachorro lembrou de brown.
    Aí então sai embusca de brown. mas no orfanato ela persebe que a brincadeira da aristocracia tinha saído fora do controle, e ela temia por brown.

    *O brown é o que marca a linha do tempo.

    Outras coisas:

    1930 - o diretor hoffman abusava de clara mas foi descoberto por martha, o que o levou a fugir. mas quando voltou em 1931 para ver clara, martha assionou a policia prendeu hoffman. martha e clara desapareceram. pra onde não se sabe.

    antes do começo do jogo, jennifer teve que ir para algum lugar. tal lugar que fez sua mentalidade mudar, ser adulta subtamente. talvez alguma coisa tralmática ela passou lá.

    mesmo se vendo agora como adulta ela era fragil como uma criancinha, e desenvolvia fantasias como o cavaleiro do save point, e o lixo, que eram amigos imaginarios, coisa que acontece com crianças sozinhas. O panico que a fasia sentir como quem é atacada por monstros, (quando somos crianças sentimos isso principalmente em um lugar escuro) alguns com a cabeça do que a pertubava naquele momento.

    Essa história apesar de provocante é um quebracabeça dificil de montar e com pessas faltando. o que escreví completa só algumas coisinhas. se quiserem falar comigo se me enganei em algo, acrescentar ou comentar, esse é meu e-mail: michel321321@gmail.com podem falar estou esperando.

    ResponderExcluir
  5. Esse jogo é bom demais!! Ou pelo menos seu enredo, história e ambientação e trilha sonora!

    ResponderExcluir
  6. aquela wendy vai ter oque merece,ela devia morrer que nem o BROWN n pior eu queria que as amiguinhas dela tivessem matado ela.

    ResponderExcluir
  7. aquela wendy vai ter oque merece,ela devia morrer que nem o BROWN n pior eu queria que as amiguinhas dela tivessem matado ela.

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!