Escrito por: Fabrício Destro

Não é nenhum segredo que Dead Space 3 não conseguiu ser tão bem sucedido, tanto comercialmente quanto pelas críticas, quanto a EA gostaria que fosse. Foi um game ambicioso, embora seu uso inteligente de um co-op opcional não pareceu ganhar o gosto de muitos fãs mais novos. A EA não tem se pronunciado de maneira tão frequente sobre o futuro da franquia, seguindo a decisão de não lançar um eventual Dead Space 4 em um futuro próximo.

Parece que a EA está dando à Visceral Games - que passou grande parte do período de 2008-2013 produzindo quatro games da franquia Dead Space (cinco, se você contar a porcaria que foi Ignition) - uma chance de fazer algo diferente, começando com Battlefield: Hardline. Numa recente entrevista, o vice presidente executivo da EA Studios, Patrick Söderlund, confirmou que eles ainda consideram realizar um novo Dead Space, mesmo que ainda não haja nenhum em desenvolvimento atualmente.



"Se eu acho que vamos criar um Dead Space de novo? Sim, eu acho que sim. Mas quando o fizermos, devemos pensar sobre o que fez com que os títulos anteriores fossem bem sucedidos e como visionamos Dead Space para a nova geração."

"Agora, não estou anunciando um novo Dead Space. Não estamos criando um para ser bem claro, mas estou falando que há uma possibilidade de fazer um no futuro? Absolutamente."

Espero que eles tenham aprendido com Dead Space 3 que fãs da franquia não querem outro game de ação. Para ser sincero, não queremos outro Resident Evil. Mas e vocês, o que acham sobre um potencial Dead Space 4?

Um abraço!!

Fonte: Bloody Disgusting

Gostou? Compartilhe:

  1. EA caiu do cavalo. Depois do hype do Dead Space 2, falou que ia fazer tipo uns infinitos jogos da série e tals. Só foi o primeiro fracasso (comercial relevante) e já jogou tudo no buraco :(

    ResponderExcluir
  2. Caiu forte... Pra mim (e aí é opinião pessoal mesmo) esse negócio de transformar os survival horror em jogos de ação, mais aceitáveis a um público mais geral, é o que tá matando as franquias de horror das grandes companhias... Lamentável!

    ResponderExcluir

ÚLTIMAS NOTÍCIAS!